Condensador para Gases

O Condensador para Gases possui uma chapa metálica responsável por fazer a troca de calor de maneira não direta. É pelo contato do gás com essa chapa metálica que acontece a troca térmica inicial. Logo depois a água refrigerada do sistema faz com que ocorra a condensação do vapor, tudo isso na parte interna do Condensador para Gases.

O gás que acabou de ser condensado percorre a tubulação do feixe tubular, atuando com a troca de calor. Na parte externa da tubulação e utilizando o líquido resfriado na temperatura do meio ambiente, é feita a lavagem contínua do feixe tubular. A água desta lavagem permanece no interior desse sistema fechado passando sempre por renovação feita pelo próprio processo no interior do Condensador para Gases. Os feixes tabulares são produzidos em inox ou aço carbono por causa da necessidade de alta resistência a corrosão.

O calor que está na condensação vai para a lavagem e é excluído pelo vapor desta mesma água.

Quando a tubulação dos condensadores é constituída por aletas, a troca de temperaturas acarretará em um maior desempenho. A razão disso é pelo fato dessas aletas serem fabricadas com uma inclinação bem reduzida, proporcionando melhor eliminação do material dentro da tubulação e a eliminação dos gases que não são condensados.